A receita nominal do setor de serviços cresceu 1,1% em maio em comparação com o mesmo período de 2014. Porém comparada com o mês de abril a taxa foi inferior, quando o indicador subiu 1,7% e representou a segunda menor taxa da série iniciada em 2012 segundo o IBGE. Mesmo assim foi identificado o pior maior em 3 anos.

Essa receita avançou 2,3% no acumulado dos primeiros 5 meses do ano, e em 12 meses houve alta de 3,8%.

Este ano para o mês de maio, em comparação a 2014, 3 dos 5 segmentos do setor de serviços registraram variações positivas de 5,5%, sendo citados: serviços profissionais, administrativos e complementares. Já transportes, serviços auxiliares dos transportes e correio teve uma elevação mais tímida, de 0,8%, e 0,3% para outros serviços.

Em contrapartida, tivemos queda de 1,4% para os serviços prestados as famílias e 0,8% para serviços de informação e comunicação.

Fonte: Valor Econômico.